quinta-feira, 24 de junho de 2010

Presente de Paris

Ontem eu voltei de um passeio a Paris. A cidade é realmente bonita, mas isso vai ser asssunto para outro post. O que quero contar hoje é mais bonitinho. Comprei 1 caixa de biscoitos do Homem-aranha para cada um; nunca tinha visto aqui e como eles adoram o personagem, achei que fosse agradar e acertei em cheio! Os dois abriram as caixas, contaram os biscoitos e acharam a figurinha. Depois guardaram com todo o cuidado na geladeira porque estava calor e a cobertura derretia.

- Victor, você mostrou pro papai o presente que mamãe trouxe de Paris?
- Kijk, papa, wat mama voor mij heeft gekocht in Frankrijk!
- Wat leuk! heeft ze Spiderman koekjes voor je gekocht?
- Ja. Ze houdt van mij!!!

Traduzindo:

- Olha, papai, o que a mamãe comprou pra mim na França!
- Que legal! Ela comprou biscoitos do Homem-aranha para você?
- Sim. Ela me ama!!!!

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Estréia da seleção

Essa é minha segunda copa fora do Brasil, e confesso que a experiência é interessante. Em primeiro lugar, a democracia esportiva aqui é latente. Não encontram-se apenas as cores da seleção dos tamancos (laranja) nas lojas e ruas; é possível encontrar blusas e adereços de qualquer time! As cores mais populares, depois do laranja é claro, são o nosso "verde-amarelo". E não é por ter muito brasileiro aqui não: até mesmo os holandeses, especialmente as crianças, adoram vestir camisa do "favorito" da copa. Caso o país não tenha time na copa então...aí é que todos se tornam brasileiros e torcem pelo "timão".

Tudo bem que o jogo foi contra a Coréia do Norte, tava no papo, né? Mais ou menos. Pô, levamos até um gol! Achei que fosse mais fácil!!!

O mais legal de tudo foi ter ido a um bar com um telão assitir a partida com algumas amigas. Tinha gringo filmando, tinha gringo pedindo silêncio, tinha gringo de blusa do Brasil, tinha gringo tentando falar português (descobriram que se fala português e não espanhol no Brasil, o que já é um avanço!), tinha pandeiro e tudo o mais. E tinha muita mulher brasileira.

E daí começa o jogo:

- Adri, por que eles não estão usando verde e amarelo???? Que absurdo! Já começou mal!
- Vai ver porque esse é o time da Coréia, é?

____x____x____

- Será que veio algum chinês torcer aqui no bar?
- O jogo é contra a Coréia do Norte.
- É??? Ah, mas olha só: eles não aprecem chineses?

___x____x_____

- Como é nome do goleiro? Ele até que é bonitinho, né?
- Ai, menina, esqueci o nome dele, mas é casado com a Luana Piovani.
- Sério???
- Sim. E têm um filho.
- Dois. Uma menina também.
- Hummmm. Será que ele agarra bem?

_____x_____x_____

- Gente, só tem homem feio!
- Foca nas pernas, foca nas pernas...
- Uia! Câmera lenta nas pernas!! u-huuuuu
- Ai, se as pernas são assim, imagina a bunda! ui-ui.

____x____x_____

- Por que que de vez em quando aquele cara ali do canto mostra uma bandeirinha amarela?
- Tem vermelha também.
- Só vi amarela. Pra que que serve?
- Sei lá, mas a vermelha não deve ser nada boa...

____x_____x_____

- Ah, tem uns que salvam a pátria. O Kaká, por exemplo, até que dá um caldo.
- Mas deve ser um chato.
- Por que?
- A mulher deu uma entrevista e disse que realizou o sonho da vida dela: casou virgem.
- Ai, então eles se merecem! Imagina um cara que casa com uma moça cujo sonho de vida é ser virgem até casar???
- Ai, olha ali o gol!!!!!!!! Pôxa, nem vimos.
- Outro, outro, outro!!!!!
- Não, esse foi re-play!
- Que pena...

____x_____x____

- Gente, fala sério! Como será que o Galvão Bueno tá fazendo pra distinguir entre um chininha e outro? Será que ele chama pelo nome?
- Aposto que é pelo número!

____x____x_____

- Ai, coitado do japinha! Levou um chute na canela!
- Quem sabe assim ele não abre o olho?
- Abrir o olho não pode! imagina se ele acerta o gol?
- É mesmo...

_____x_____x_____

- Gente, só tem jogador desconhecido! Cadê o Ronaldinho?
- Tá gordo, né?
- E o outro, o dentuço?
- Esse é muito feio! Você queria ele jogando pra que??? Pra ver mais homem feio?
- Menina, você já viu o time na Itália? Aquele que é time!!!

____x_____x_____

- Ai, olha lá! Tomamos um gol! E da CORÉIA DO NORTE!!!! Ai, que vergonha.
-Imagina se a gente perde? Como vamos voltar pra casa e encarar os maridos holandeses?
- Ainda bem que o meu é brasileiro!
- Só não estou entendendo uma coisa: por que não convocaram o Tafarel???
- Ai, lembra? "Vai que é tua, Tafarel!!!!!"
- Tinha que lembrar do Galvão Bueno? Ele é um chato!
- Tá, mas cadê o Tafarel? Se fosse ele a bola não tinha entrado!
- Tafarel??? Mas daqui há pouco vão estar falando do Pelé!

____x_____x____

-olha lá! Olha a cor dos casacos dos reservas! Por isso que perguntei se não estavam de verde e amarelo...
- Sei, sei...
(e só levou 90 minutos pra arrumar a desculpa)

____x_____x_____

Bem, ganhamos!!!! Mas será que com esse time chegamos à vitória da copa? Um time que levou um gol da CORÉIA DO NORTE e, ainda por cima, cheio de homem feio?

Acho que sim, né? Em toda copa a seleção dá uns vexames e no fim sai tudo bem (menos naquele ano que perdemos pra França...ai, não me conformo! Que ano foi mesmo, heim?).

Mas eu só tenho uma pergunta:

- Por que o Dunga estava com aquela blusa de gola rolê PRATEADA????? Só faltavam os paetês, né, bem???

sábado, 12 de junho de 2010

Só para exemplificar

Nesse vídeo, feito há uns dias num parquinho do zôo de Emmen, dá pra ver bem como o Daniel é mais calminho e cuidadoso e como Victor é mais agitado e destemido...rsrsrs

video

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Independência ou sorte?

Victor é uma criança muito independente. Desde novinho já gostava de comer sozinho, colocar a roupa, andar sem dar a mão e outras coisas do tipo. É o tipo "safo", para tudo ele acha solução. E nós que nos cuidemos, porque ele também acha que sabe tudo melhor que qualquer outra pessoa! Essa parte acho que é genética, do lado do pai..rs rs rs
Victor "perdeu" o papai pela segunda vez na semana passada. A primeira vez foi no zôo e nós quase infartamos. Dessa vez foi no supermercado Jumbo, que fica há uns 300m de casa.

- Adriana, vou ao Jumbo e Victor vai comigo. Daniel, você quer vir também?
- Não. Vou ficar com a mamãe.
- Ok, tchau!

Passam-se uns 15 minutos e toca a campainha. Abro e vejo Victor...SOZINHO!

- Victor, o que houve? Cadê o papai?
- Eu "perdeu"o papai e voltei pra casa, ué!
- Mas Victor, você não pode sair de perto do papai e nem andar na rua e voltar pra casa sozinho, você não sabe disso?
- Sei. Mas mãe, meu papai sumiu. Eu ia ficar sozinho no Jumbo? Também não pode, né? Aí eu voltei pra casa, ué!


Bem, resolvi dar uma "torturada" no papai. Quem sabe sofrer por uns minutinhos não ia ensinar que ele não pode tirar o olho de uma criança como Victor nem por um minuto? Depois de 10 minutos, já estava ficando preocupada...vai que Bert tinha tido um troço e estava desmaiado por aí? Deixei os dois na frente da TV e tranquei a porta ( o Jumbo fica quase colado à casa).

Fui andando e papai vinha saindo do Jumbo, já hiperventilando (ha ha ha).

- Bert, onde está o Victor?

Como eu estava calma e com cara de poucos amigos, ele deduziu logo o que aconteceu.

- Ele está em casa, não?
- E porque ele estaria em casa SEM VOCÊ?
- Porque ele saiu de perto de mim e eu não vi. Daí, como ele é uma criança inteligente, deve ter voltado pra casa quando notou estar perdido.
- E você nem ficou preocupado? Qualquer dia você infarta! Olha só o seu estado...além do mais, o Zôo não serviu de lição? Você bem sabe que não pode tirar o olho dele nem por um segundo e ....
- Mas eu estou bem, você que é preocupada demais. Aqui nada pode acontecer, estamos pertinho de casa. Claro que eu não fiquei com nervoso, eu tinha CERTEZA que ele voltaria para casa, ele sabe o caminho!
- Tá, então vamos pra casa?
- Vamos...ahn...primeiro deixa eu avisar o pessoal do supermercado que eu encontrei o Victor.


Pois é, foi só porque Bert NÃO estava preocupado que todos os funcionários e clientes do supermercado estavam procurando um menininho louro de blusa vermelha. E só por essa falta de preocupação é que estavam anunciando no microfone, né não? :):)

Que idioma você fala com seu(s) filho(s)?