segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Privacidade real


Príncipe Friso com a mulher e filhas.


Há alguns dias atrás uma tragédia tomou conta da família real holandesa. O segundo filho da rainha Beatrix, Prícipe Friso, de 43 anos, foi soterrado por neve em uma avalanche que aconteceu na Áustria, onde o monarca estava esquiando com um amigo. O prícipe ficou soterrado por quase meia hora e sofreu um ataque cardíaco, o que levou o cérebro a ficar sem oxigênio. Na verdade o cérebro ficaria sem oxigênio de qualquer maneira (quase 30 min debaixo da neve!), mas ainda existia esperança de que, com a hipotermia, os danos seriam minimizados. O problema foi que o ataque cardíaco acorreu antes de o corpo esfriar, provavelmente pelo terror ao perceber estar sendo soterrado, e daí o cérebro sofreu um estrago fenomenal.

Agora Friso, casado e pai de 2 meninas de 5 e 6 anos, não tem esperança de recuperação. Os médicos acham muito pouco provável que ele algum dia acorde do coma.

A rainha, que já é a monarca mais idosa da história da Holanda aos 73 anos, sofre e já se especula que ela possa abdicar em nome do primogênito. Na verdade essa especulação já é antiga, mas a avó e mãe zelosa está ainda segurando a coroa para dar mais tempo ao futuro rei de ficar com suas 3 filhas, ainda bem pequenas.

Voltando a falar de Friso...ele é um personagem real interessante. Nunca teve vontade de ter o trono e falava sobre isso abertamente (seria o segundo da fila, depois do irmão mais velho, Willen-Alexander). Finalmente foi "banido" da realeza em 2004, quando resolveu se casar com uma moça de origem duvidosa (de acordo com os super-modernex holandeses). Desde então, vivia feliz com a família em Londres, onde trabalhava (!!!) em uma companhia, como qualquer mortal.

A família agora tem que decidir para onde Friso será levado. Na Holanda não existe estrutura para o receber. O único hospital que trata de pacientes em coma como o dele, só atende pessoas até os 25 anos que é a idade-limite para ter alguma esperança do cérebro se recuperar. A eutanásia é legal na Holanda desde 2002, mas daí existem 2 problemas: o primeiro é que a pessoa tem que decidir por si mesma, o que já exclui todos os pacientes em coma, e o segundo é que a família real é cristã-protestante e condena a eutanásia de qualquer modo.

A situação é muito triste. Mas eu percebi alguns pontos interessantes da vida no Reino dos Países Baixos:

1. Mesmo a família real sendo cristã-protestante e contra a eutanásia, o procedimento é legal na Holanda. Isso é que é democracia!
2. O príncipe Friso perdeu o direito ao trono por ter casado com a moça "errada", mas não foi banido da família.
3. A própria rainha vê a importância de os pais estarem juntos dos filhos pequenos.
4. NINGUÉM tem o direito de decidir quando você vai viver ou morrer, apenas você mesmo é responsável por isso. O mesmo para doação de órgãos.


Mas o mais impressionate de tudo foi que a família real pediu privacidade para poder se acostumar com a tragédia. E sabe o que a mídia fez?

A mídia se retirou!!!


Agora me digam: é em qualquer lugar que isso aconteceria? Será que a rede Globo faria o mesmo?

4 comentários:

Nadja disse...

Nossa, que incrível. A situação dele é realmente muito triste, a família deve estar chocada ainda, sem saber como agir. E as meninas sem nem entender o que está acontecendo! (a Rainha só tem netas??? nenhum garoto?)

Acho que por mais que ele seja mais velho e os médicos não deem esperanças de que fique bom, nada impede de que a familia tenha esperanças e reze por ele a seu modo.

Eliana disse...

Imagina que no Brasil teríamos uma situação de respeito assim. Nunca, a imprensa já até teria dado um jeito de alguém conseguir foto do moço na UTI. Realmente triste esta situação, só penso que nestas horas ainda bem que eles tem recursos e farão o melhor para a saúde dele. E, para Deus, nada é impossível.Muito triste.

Adriana disse...

A rainha tem um neto sim, do filho mais novo. No total são 3 filhos (Friso é o do meio), 7 netas e 1 neto (3 meninas do primeiro filho, 2 do Friso e 2 meninas e 1 menino do mais novo).

Bea Ulliel disse...

Atitude super respeitosa do país/governo/família, admiro!

Que idioma você fala com seu(s) filho(s)?