terça-feira, 10 de novembro de 2009

Quase fomos descobertos!

    Bem, aqui no Rio está tudo ótimo. Estou curtindo até engarrafamento na Linha Vermelha porque daí posso comprar biscoito Globo, mas o post de hoje não é sobre isso. O assunto é mais sério! Estou observando como os meninos interagem com os "nativos". Eu fico curiosa de saber se as pessoas conseguem notar que eles não foram nascidos e criados aqui. E opinião de amigo não vale nesse caso, né? A pessoa sabendo que eles são criados na Holanda, podem justificar os erros de português e de pronúncia deles como sendo consequência disso. Uma pessoa "desavisada" já não vai ter essa idéia pré-formada.
    A coisa estava indo bem; Victor até deu um showzinho na apresentação da Bia Bedran e NINGUÉM levantou a hipótese dele não ser brasileirinho típico. Nos parquinhos, nos restaurantes e até na natação não fomos indagados, nem uma única vez, sobre o assunto "fala". Até que na sexta passada nós quase fomos descobertos! Ainda bem que foi "quase".
    Uma das atividades preferidas têm sido os parquinhos dos shoppings (ar condicionado pra esses dias de calor!). Eles ficam lá brincando com as "tias" e eu tenho meus minutinhos de descanso. Dessa vez, Daniel ficou sem chorar após 10 minutos e na hora que fui buscar os dois...

- Vocês não são daqui, né?
- Não...
- Ah, logo notei! Victor acabou de me perguntar se eu podia dar uma "balinha ou pirulito" (imitando sotaque baiano). Vocês são da Bahia?
- He-he-he (risada sem graça e querendo uma saída estratégica pela direita, já que provavelmente vamos voltar lá). Eles devem estar com fome, temos que ir.


Ufa!!! Essa foi por pouco!!!!

4 comentários:

Allan disse...

hahaha gostei dessa ...

Imortal beloved disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Susana disse...

Adoro sotaque baiano!Hhehehe..
Bom, vou aproveitar seu blog para divulgar algo bacana que achei. Não sei se vc conhece mas Utrecht tem um trabalho bem interessante sobre bilinguismo. Esse mês e em dezembro eles realizarão dois workshops sobre o tema..e..uma das organizadoras é uma professora brasileira. Vale a pena conferir
http://www.workshops-en.childbilingualism.org/home
Bjo

Débora disse...

Da Bahia?!!
Fala sério! Apesar do jeito baiano de falar, olha pra criança!!hahahaha

Que idioma você fala com seu(s) filho(s)?